Sede Extrema

IMAGEM:

http://acentauric.deviantart.com/art/Sede-Extrema-598048001

RESUMO:

A escolha da Sede Extrema para representar uma das habilidades que o Exu é capaz de utilizar se deu a partir dos contos sobre a criação do mundo. Durante esta passagem, Oxalá é instruído por Olorum para que seja o realizador desta tarefa. Sendo Exu o guardião responsável por abrir os caminhos, Oxalá foi orientado a fazer uma oferenda para ele buscando auxílio nesta jornada. Ainda que as instruções tivessem sido passadas a ele, Oxalá não procedeu conforme esperado e não fez as oferendas que eram necessárias. Exu acompanhava a travessia de Oxalá desde que ele desceu do orum para o ayé transpassando suas fronteiras dos dois planos e formando assim a primeira encruzilhada. Percebendo que não teria as suas oferendas conforme esperado, Exu decidiu enfeitiçar Oxalá para que ele tivesse sede. Desta forma ele não conseguiria completar a sua jornada, pois buscaria por água da maneira como pudesse encontrar. Enquanto caminhava Oxalá percebeu que seria impossível continuar devido àquela sede extrema que sentia. Ele decidiu então perfurar o tronco de uma palmeira buscando por algo que pudesse saciar sua necessidade beber algo. Foi assim que ele coletou a seiva que jorrou e que é uma espécie de vinho de coloração branca. Na tentativa de saciar a sede, Oxalá bebeu aquele liquido até que se embebedou e adormeceu. Por este motivo outro orixá acabou sendo instruído para que realizasse a ação de criação do mundo e Oxalá ao acordar viu que tudo estava feito conforme havia lhe sido orientado. Ao falar novamente com Olorum e entender o que acontecera, de forma benevolente, recebeu agora a tarefa de criação do ser humano e o aprendizado da necessidade de realizar as oferendas conforme orientado, assim como o dever de fazer as oferendas a Exu antes que qualquer outra coisa.

Escrito por Ramon Santos

O projeto Batalha de Mitos é parceria entre Alpha Centauri e Sinergia Games

CARACTERÍSTICAS:

Para a construção da ilustração da magia Sede Extrema, serão utilizadas as características base da sede como uma mazela. A africa é um continente de muitas riquezas, mas em alguns lugares este mal assola muitas sociedades. Percebeu-se durante as pesquisas que o vinho de palma, conforme história que contextualiza a existência da Sede Extrema, é apresentado na coloração branca. É importante associar a sede e a presença do calor relacionado com altas temperaturas. Como esta é uma ilustração do elemento fogo, deve haver a presença de mormaços e discretamente do sol escaldante. A face do figurante base a ser representada na ilustração deve demonstrar o sofrimento e desespero pela necessidade da água que se esvai de suas mãos. Deve ser representada a palmeira na ilustração e o liquido branco escorrendo de dentro dela. O personagem deve tentar pegar esta liquido demostrando a necessidade do mesmo conforme explicitado neste documento.

Escrito por Ramon Santos

REFERÊNCIAS:

http://mitoemitologias.blogspot.com.br/2012/07/a-criacao-do-homem-na-mitologia-yoruba.html
http://oshomenseosmitos.blogspot.com.br/2011/06/o-mito-de-criacao-ioruba.html
http://ramondoomolu.no.comunidades.net/o-mito-da-criacao-segundo-a-tradicao-yoruba
http://ciaafronjoimole.blogspot.com.br/p/lendas.html

LIVROS:

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos Orixás. 12ª Reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. p. 504.
VERGER, Pierre Fatumbi. Lendas africanas dos Orixás. 4ª Edição. Salvador: Corrupio, 1997. p. 94.

LINKS:

https://www.facebook.com/sinergiagames
https://www.facebook.com/acentauric
http://acentauric.deviantart.com/
https://www.facebook.com/batalhademitos/
https://www.youtube.com/playlist?list=PLy7c38X48lDXaL1KLWXSQLFjm24VS4lQj

Ir para projetos

Últimos Trabalhos

Anhangá

deuses-indios, elemento-terra

Iansã

deuses-negros, elemento-ar

Dandara

deuses-negros, elemento-ar

Força dos Ventos

deuses-negros, elemento-ar