Floresta da Caça

IMAGEM:

http://acentauric.deviantart.com/art/Floresta-da-Caca-602813105

RESUMO:

Durante as pesquisas sobre o Oxóssi percebemos que a divindade é sempre referenciada à floresta e nela está sempre na atividade da caça. Percebemos que esta busca pelo alimento pode ser relacionada com uma busca maior por diversas realizações. O caçador é considerado aquele membro da tribo que tem a capacidade de explorar além dos limites de suas muradas. Isto tanto o coloca numa situação de risco como o permite que desbrave lugares novos e seja muito respeitado pelos seus companheiros como um grande revelador. A partir dessas observações não temos dúvida de que o melhor ambiente ao qual podemos alocar o Oxóssi é numa floresta na qual ele faça sua principal atividade que é a caça. Desta forma demos este nome literal para a ilustração chamando ela de floresta da caça. No enredo será especificamente neste ambiente que a divindade irá se revelar, assim como onde todos estes conceitos do que representa o caçador serão abordados. Aqui acontecerão muitas batalhas e muitas buscas por alimento.

Escrito por Ramon Santos

O projeto Batalha de Mitos é parceria entre Alpha Centauri e Sinergia Games

JUSTIFICATIVA:

A representação da Floresta da Caça como o ambiente no qual o orixá Oxóssi é encontrado segue uma linha de representações do projeto onde buscamos não apenas criar um ambiente propício para a sua representação, mas de contextualizar este lugar dentro da narrativa base. Sem dúvidas Oxóssi é referenciado nesse ambiente e percebemos isto em diversas imagens encontradas deste orixá. Em nossa coleta de ilustrações na internet para embasar a criação da Floresta da Caça, a todo instante percebíamos a presença do Oxóssi. Não apenas em imagens, mas também em textos encontrávamos o reforço dessa correlação entre a divindade e este ambiente. Nossa maior dificuldade foi a construção das características menores da ilustração, por exemplo, árvores, animais e outros componentes anexados ao seu contexto. Decidimos então continuar a estratégia de relacionamento entre os componentes ilustrados e com isso fazer uma floresta em que aparecesse um veado que remetia à presença do Anhangá (divindade indígena da caça). Desta forma resolvemos por ter uma ilustração com características mais abstratas onde o entendimento da caça fosse associado à presença de animais comumente associados a esta prática.

Escrito por Ramon Santos

NARRATIVA:

Haverá a presença de florestas de caça em diversas passagens da narrativa do projeto. A ilustração aqui construída, representará o momento em que Zaki, um caçador, estará em sua atividade e encontrará dois animais que desejará ter como caça. A motivação da construção dessa cena remete à necessidade de entendimento das premissas associadas às caçadas. Estas premissas reforçam o fato de que a caça deve ser praticada de forma consciente para que haja preservação das espécies, por exemplo, quase que primordialmente em períodos reprodutivos das mesmas. Nesse evento ilustrado, Zaki acabará desrespeitando este alinhamento geral de preservação e será surpreendido durante a tentativa desta caçada. Haverá naquele momento dois grandes animais, um macho e uma fêmea, mas Zaki desconhece o fato de que um deles é o próprio Anhangá. Antes que sua flecha fosse disparada ele é surpreendido por barulhos de uma grande fera a distância. Tanto ele quanto os animais que ali estavam se assustam com aquele som aterrorizador. Zaki perde sua atenção na caça que foge, mas antes disse o percebe entre as matas. O Anhangá chega a parar olhando em sua direção se impondo como a grande divindade que é. O caçador se surpreende também com aquela postura do animal, mas acaba dedicando maior atenção ao som escutado e corre daquele lugar em busca de respostas. O desenrolar dos fatos após este breve encontro do Zaki com aqueles animais na floresta em que caçava será apresentado na narrativa do próprio personagem.

Escrito por Ramon Santos

CARACTERÍSTICAS:

Esta ilustração por estar na linha de terrenos, não é apresentada contendo muito detalhes. As imagens salvas como referências e a estrutura geral do projeto poderão orientar bem o ilustrador na construção dessa ilustração. deverá haver nela um pequeno riacho e dois cervos do pantanal deitados ambos de um lado da margem. O macho deste casal representa o Anhangá e a fêmea a sua esposa. Como esta descrição foi construída após a idealização do ilustrador, apenas algumas revisões serão orientadas na revisão final.

Escrito por Ramon Santos

REFERÊNCIAS:

https://www.youtube.com/watch?v=_EBBAtESOvo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ox%C3%B3ssi
http://ocandomble.com/os-orixas/oxossi/
http://www.casaiemanjaiassoba.com.br/oxossi.html

LIVROS:

VERGER, Pierre Fatumbi. Lendas africanas dos Orixás. 4ª Edição. Salvador: Corrupio, 1997. p. 23.
PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos Orixás. 12ª Reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2001. p. 112.

LINKS:

https://www.facebook.com/sinergiagames
https://www.facebook.com/acentauric
http://acentauric.deviantart.com/
https://www.facebook.com/batalhademitos/
https://www.youtube.com/playlist?list=PLy7c38X48lDXaL1KLWXSQLFjm24VS4lQj

Ir para projetos

Últimos Trabalhos

Anhangá

deuses-indios, elemento-terra

Iansã

deuses-negros, elemento-ar

Dandara

deuses-negros, elemento-ar

Força dos Ventos

deuses-negros, elemento-ar
Contact us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Questions, issues or concerns? I'd love to help you!

Click ENTER to chat